PEGA NA MENTIRA

A PRESIDENTE afastada, com viagens custeadas, segundo os petistas, por uma "vaquinha", saiu pelo País deitando falação. Para variar, mentindo, o que já se tornou rotineiro. Aliás, é o que essa senhora melhor sabe fazer. Outro dia mesmo, em São Bernardo do Campo, em meio às costumeiras agressões ao vernáculo, serviu a seus acólitos mais um cardápio de lorotas. Desta vez, além daquela já surrada alegação de golpe, a mentirosa afirmação de que “a perícia do Senado e o Ministério Público descartaram irregularidades”. Mentirosa porque nem a perícia e nem o Ministério Público “descartaram irregularidades”, coisa nenhuma. A perícia, embora absurda e impropriamente a isentasse de culpa, confirmou a prática do crime de responsabilidade. Enquanto o Ministério Público apenas concluiu não haver nas pedaladas implicação de natureza penal a justificar a instauração de inquérico criminal. Fica no ar a pergunta: até quando essa triste figura permanecerá mistificando, e abusando da nossa paciência?



Escrito por Homero Vianna às 10h40
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




NEM ESCREVEU NEM LEU

Dona Dilma não foi ao Senado apresentar sua defesa. Preferiu enviar uma carta, certamente aconselhada por quém que a escreveu. A leitura coube a seu ativo e operante causídico. Ou seja, ela nem a escreveu e muito menos a leu. É provável que não tenha ido até lá para ler porque alguém - quem sabe o Bessias - há também de tê-la alertado de que, caso aquele amontoado de risíveis autoelogios saíssem de sua boca, ela, segundo antigo ditado, praticaria um vitupério. Mas, a grande verdade, amigos, é que nem o fato de ter sido lido pelo seu porta-voz fez com que o texto chinfrim ganhasse força. E não só não ganhou como teve até um certo ar de chanchada, com o doutor Eduardo tentando dramatizar o texto mediante patéticas modulações de voz. Teatro puro. Fica, então, no ar a pergunta: será que com essa carta ridícula ela e seus acólitos acham que vão sensibilizar os julgadores? Certamente, e é o que o País espera, não vão conseguir. Esse repetitivo papo de "golpe" e "farsa" já era. Assim como o de que é uma mulher-maravilha, honesta e que nunca roubou. Desmentidas pelos fatos, são alegações que já perderam a validade.



Escrito por Homero Vianna às 13h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  feira hippie de ipanema
  PROGRAMA SERGINHO TOTAL
Votação
  Dê uma nota para meu blog